Aprenda a escolher o pneu certo para seu carro

O pneu é algo extremamente fundamental para o funcionamento do seu carro. É preciso saber escolher direito, para que não haja problemas no futuro. Por isso, hoje vamos falar te ensinar a escolher o pneu certo para o seu modelo de carro e dar uma dica de loja pra você que ainda não achou um lugar confiável e não sabe onde comprar.

O primeiro de tudo é saber que o pneu é um dos itens de segurança mais importante, então não fique com pena na hora de trocar ou então não fique adiando a troca, caso seu pneu esteja “careca”. O pneu garante a estabilidade do carro e ajuda a realizar frenagens seguras, portanto, é de extrema importante que eles sejam calibrados toda a semana e ainda frios, conforme as regras dos fabricantes. Porém não adianta de nada levar seu carro no posto para calibrar, se o pneu não estiver de acordo com as especificações estabelecidas para o seu carro.

 

Como falei anteriormente, eles são peças fundamentais, pois eles precisam suportar a carga do seu veículo, amortecer, transmitir força de tração e atuar na frenagem. E quando você não substitui os pneus anteriores por outros não originais, isso pode atrapalhar um pouco, então é um procedimento que requer bastante cuidado. Além disso, por conta da resistência do solo, eles atuam diretamente no consumo de combustível, que no português claro, quer dizer: se você usa o pneu correto, conseqüentemente, você gastará menos.

 

Se você for trocar por um pneu diferente do que já veio de fábrica, ou seja, não original, existem alguns fatores que você vai precisar levar em consideração para escolher o pneu certo para o seu modelo de carro. Como por exemplo: o diâmetro. O diâmetro do novo pneu que você comprar, não poderá passar o do seu pneu antigo em mais de 3cm. Mas é claro que vale ressaltar que todo veículo possui um tipo de pneu apropriado para que o desempenho do carro seja melhor.

 

E se você não sabe, pneu é como remédio: tem data de validade. Passou, estragou. Pois é. Se você não sabia disso, se atente e corra para ver a validade do seu pneu. Inclusive, aposto que você achava que se não usasse, não gastava e ainda continuava valendo, correto¿ Isso está completamente errado. Os pneus duram, no máximo, cinco anos depois da data de fabricação. Sendo usado ou não.  Por isso que é muito importante para a sua segurança, saber se os seus pneus estão dentro desse prazo de validade. Se não estiver, eles precisam imediatamente ser trocados, mesmo que aparentemente não pareça.

 

Na hora da troca, bate a desconfiança de onde comprar um pneu que seja bom para o seu carro e onde achar uma loja de confiança para isso. Na Gilson Pneus, você consegue encontrar uma variedade imensa de marcas e tipos de pneus. No site mesmo eles te disponibilizam um catalogo enorme com todos os tipos. Desde o Pneu Michelin, até pneu Goodyear, Firestone, Continental, Sonar e diversos outros. Além dos pneus, eles também vendem amortecedores e outros serviços fundamentais para a manutenção do seu carro.

 

Ainda sim bate uma desconfiança sobre a loja, né¿ Mas a Gilson Pneus já está no mercado há mais de 45 anos e te oferece os melhores produtos disponíveis no mercado, além de realizar serviços de qualidade, como por exemplo: alinhamento, troca de óleo, alinhamento, balanceamento, teste de baterias, entre outros. Ou seja, em apenas um lugar você consegue resolver todos os problemas do seu carro.

 

As lojas físicas da Gilson Pneus, estão espalhadas por diversos bairros do Rio de Janeiro, como por exemplo: Irajá, Bonsucesso, Realengo, Jacarepaguá e Cascadura. Com certeza tem algum lugar mais próximo da sua casa, onde você consiga achar o pneu que atende todas as suas necessidades. Entre no site para conferir o catálogo de produtos ou até mesmo entre em contato por telefone e saiba mais sobre qualquer duvida que te restar ou realizar a sua compra por telefone mesmo, sem ter que sair de casa.

 

Mas de qualquer forma, recomendo que você vá em alguma loja física para checar os pneus e ver como o serviço é realmente e qualidade. Os produtos são ótimos, de qualidade incrível e o atendimento ao cliente é impecável. Depois que eu conheci a Gilson Pneus, só faço a manutenção do meu carro lá e eu realmente não quero saber de outra loja. Estou muito satisfeito e por isso quis compartilhar essa dica com vocês. Passe em uma das lojas para conferir!

O que aprendi lendo Pai Rico, Pai Pobre

Bom, primeiramente gostaria de ressaltar que esse post tem o objetivo de narrar uma experiência pessoal que eu acho que pode vir a ajudar de alguma maneira pessoas que se encontram na mesma situação que eu me encontrava antes de ler Pai rico Pai pobre.

Desde quando entrei no mercado de trabalho, eu tinha dificuldades de controlar as minhas despesas pois sou muito consumista. Sempre pensei que o dinheiro que a gente ganha é pra gastar mesmo e atender os nossos luxos e caprichos e nunca me preocupei em economizar de alguma forma, nem nunca pensei no futuro. O resultado disso? Dívidas, mais dívidas e uma vida financeiramente complicada e instável.

Depois de muitos anos vivendo desse jeito, eu já não conseguia mais me sentir feliz de trabalhar tanto e ver todo o meu dinheiro ir embora com pagamento de contas. Não conseguia viajar nas minhas férias ou nem mesmo sobrava para aplicar num fundo de investimento para ter algum rendimento com o fruto do meu trabalho ao longo de um mês, e isso passou a me incomodar muito.

Ao perceber isso, minha melhor amiga me indicou esse livro que foi escrito por um empresário e escrito muito bem-sucedido chamado Robert Kyosaki que, além desse livro, publicou diversos outros relacionados a esse tema. Em Pai Rico Pai Pobre, Kyosaki retrata a busca pela independência financeira, o que eu precisava encontrar de qualquer jeito naquele momento da minha vida e, graças à essa obra, eu consegui. Além disso, ela me fez abrir os olhos para um tema que eu vou tratar mais adiante nesse post: o mundo dos negócios.

O livro, inclusive, é bastante indicado para quem está entrando nesse mundo e quer se instruir mais sobre o assunto, mas no meu caso, também foi de extrema utilidade pois me fez enxergar tudo a partir de uma outra perspectiva que eu vou contar pra vocês ao longo do texto. Aliás, caso vocês queiram ler um resumo da obra e acho que será bem interessante para a compreensão do meu artigo, no site do Mago do Mercado vocês podem encontrar. Tem um post bem bacana todo dedicado ao livro.

Em primeiro lugar, o livro me fez enxergar que a minha vida era uma gigantesca corrida dos ratos. Ele utiliza esse termo para descrever a situação em que você trabalha somente para pagar contas, e isso independe do quanto você ganha, pois quanto mais dinheiro você tem, mais você acaba gastando, aumentando suas despesas e permanecendo nesse círculo vicioso. Até então, eu nunca tinha me dado conta de que isso era um problema e não consigo mensurar a sensação de frustração que tive ao perceber que essa era a minha situação financeira.

Foi aí que eu percebi que estava investindo errado. Conforme meu salário aumentava, mais bens de consumo eu comprava, como roupas mais caras, um carro mais moderno e uma casa maior me trariam o status de que eu estava “bem de vida” e não percebia que essas coisas só me geravam mais e mais despesas, sendo que os ricos de verdade controlam muito bem o seu dinheiro e não saem por aí comprando no impulso, como eu costumava fazer.

Com o livro, aprendi também foi enxergar esses luxos como passivos, ou sejas, coisas que tiram dinheiro. Investir em ativos é que é o grande segredo. Esses ativos podem ser ações, imóveis, títulos, propriedade intelectual, entre outras coisas que geram renda para quem os detém. Robert ensina que o caminho para conseguir a tão sonhada independência financeira está em conseguir fazer esses ativos superarem os seus passivos, de modo que sempre sobre dinheiro.

O que eu mais gostei no livro é que ele não é um manual ou um guia prático que te dá o passo a passo de como ser financeiramente independente. O que ele faz é te conscientizar lá no fundo, te mostrando a raiz do problema para que você consiga assim assumir o controle do seu dinheiro e começar a fazê-lo trabalhar para você, e não o contrário, como geralmente é.

É nesse aspecto de fazer o dinheiro trabalhar para você que eu comecei a pensar no mundo dos negócios e dos investimentos. Já faz algum tempo que eu li esse livro que mudou a minha vida e, desde então, mudei todas as minhas práticas econômicas até conseguir sair da tal corrida de ratos. Foi difícil, mas se você tiver um foco, algo que te motive de verdade, você conseguirá.

O meu foco foi justamente deixar de ser funcionária para arriscar ter o meu próprio empreendimento e começar a investir, pouco a pouco, na bolsa de valores. Foi uma decisão radical, pois sempre tive estabilidade no meu emprego antigo, mas foi uma decisão muito bem pensada e planejada ao longo desse tempo.

Foi preciso muito estudo acerca dos dois temas para começar a tirar a ideia do papel, além de muito controle e uma reeducação financeira, que foram cruciais para que meu dinheiro começasse a sobrar para eu investir no meu sonho de ter o meu próprio negócio. Sempre gostei muito de cozinhar, sobretudo de fazer sobremesas e doces diferentes, e agora vou abrir a minha primeira brigaderia artesanal e não poderia estar me sentindo mais feliz e realizada.

É por esse motivo que escrevo este artigo e indico bastante esse livro, pois ele realmente mudou a minha vida de tal maneira que não consigo nem descrever. Então, se você não aguenta mais ver seu dinheiro indo pro ralo e não consegue sair dessa corrida de ratos, repense a sua vida financeira e comece a gastar o seu dinheiro corretamente, pois aí não será gasto, mas sim investimento porque ele sempre te trará algum retorno.

E se você já conseguiu se reestruturar financeiramente, mas ainda tem medo de abrir o seu próprio negócio, deixe isso de lado e coloque a mão na massa. Estude bastante, procure os melhores meios de tornar esse sonho possível e seja você mesmo o sujeito agente da sua vida.

Go now learning english

Esta é mais uma dica da Gonow, diretamente aqui de Toronto e veio pois muitas pessoas estão claramente cansadas de tentar aprender inglês ou outro idioma qualquer como o francês da maneira tradicional com as escolas de idiomas tradicionais. Ontem mesmo recebemos um e-mail de um leitor fiel que disse estar a 2 anos investindo seu tempo e dinheiro em uma escola de inglês (que vamos omitir aqui) e que ele não sentiu praticamente nenhuma melhora nesse  tempo e ainda tem extrema insegurança e dificuldade em aprender a falar. Isso porque, segundo ele, o curso quando o avaliou o colocou em um nível extremamente baixo já que ele não sabia nada de inglês e o obriga a seguir evoluindo de forma tradicional como crianças de 5 anos. é claro que ele não tem aulas com crianças, mas com certeza a velocidade que acreditam que ele vai aprender as coisas acaba sendo parecida com essas crianças.

IBL INGLÊS.1Agora me diga, se você também esta cansado de uma forma de aprendizagem dessas que precisa que você fique de 8 a 10 anos estudando um idioma que você acredita ser extremamente difícil, porque eles colocam isso na sua cabeça, como algumas pessoas conseguem aprender tão rápido o inglês? Essa pergunta pode ser respondida por uma metodologia revolucionaria que depois de desenvolvida na forma real como nosso cérebro realmente aprende mostra que podemos aprender um idioma de verdade, sem enrolação em poucos meses. Em 4 meses para ser mais exato, segundo Jerry Costa, criador do curso online de inglês Ingles do Jerry. E posso afirmar que muitos dos alunos que tem vindo pro Canada estudar e fazer intercambio acabam fazendo o curso do Jerry pois este facilita demais a vida pelo tempo e agilidade que ele proporciona no aprendizado do idioma, que não é tão complexo assim como um japonês e como um mandarim que realmente iriam requerer bem mais tempo e cuidado de você!

Não existe mais duvida, a forma de aprender inglês das escolinhas esta ultrapassada e não precisamos mais viver na idade média e continuar precisando de décadas para poder desenvolver uma língua! Conseguir aprender inglês em pouco tempo é uma realidade que esta na sua frente, basta ter vontade pois vou fazer um alerta também. Não existe nenhum botão mágico que vai fazer você aprender inglês automaticamente e por isso o inglês do Jerry só facilita a forma de aprendizagem, mas se você também não levar a sério, ele não vai te obrigar a aprender…