O que aprendi lendo Pai Rico, Pai Pobre

Bom, primeiramente gostaria de ressaltar que esse post tem o objetivo de narrar uma experiência pessoal que eu acho que pode vir a ajudar de alguma maneira pessoas que se encontram na mesma situação que eu me encontrava antes de ler Pai rico Pai pobre.

Desde quando entrei no mercado de trabalho, eu tinha dificuldades de controlar as minhas despesas pois sou muito consumista. Sempre pensei que o dinheiro que a gente ganha é pra gastar mesmo e atender os nossos luxos e caprichos e nunca me preocupei em economizar de alguma forma, nem nunca pensei no futuro. O resultado disso? Dívidas, mais dívidas e uma vida financeiramente complicada e instável.

Depois de muitos anos vivendo desse jeito, eu já não conseguia mais me sentir feliz de trabalhar tanto e ver todo o meu dinheiro ir embora com pagamento de contas. Não conseguia viajar nas minhas férias ou nem mesmo sobrava para aplicar num fundo de investimento para ter algum rendimento com o fruto do meu trabalho ao longo de um mês, e isso passou a me incomodar muito.

Ao perceber isso, minha melhor amiga me indicou esse livro que foi escrito por um empresário e escrito muito bem-sucedido chamado Robert Kyosaki que, além desse livro, publicou diversos outros relacionados a esse tema. Em Pai Rico Pai Pobre, Kyosaki retrata a busca pela independência financeira, o que eu precisava encontrar de qualquer jeito naquele momento da minha vida e, graças à essa obra, eu consegui. Além disso, ela me fez abrir os olhos para um tema que eu vou tratar mais adiante nesse post: o mundo dos negócios.

O livro, inclusive, é bastante indicado para quem está entrando nesse mundo e quer se instruir mais sobre o assunto, mas no meu caso, também foi de extrema utilidade pois me fez enxergar tudo a partir de uma outra perspectiva que eu vou contar pra vocês ao longo do texto. Aliás, caso vocês queiram ler um resumo da obra e acho que será bem interessante para a compreensão do meu artigo, no site do Mago do Mercado vocês podem encontrar. Tem um post bem bacana todo dedicado ao livro.

Em primeiro lugar, o livro me fez enxergar que a minha vida era uma gigantesca corrida dos ratos. Ele utiliza esse termo para descrever a situação em que você trabalha somente para pagar contas, e isso independe do quanto você ganha, pois quanto mais dinheiro você tem, mais você acaba gastando, aumentando suas despesas e permanecendo nesse círculo vicioso. Até então, eu nunca tinha me dado conta de que isso era um problema e não consigo mensurar a sensação de frustração que tive ao perceber que essa era a minha situação financeira.

Foi aí que eu percebi que estava investindo errado. Conforme meu salário aumentava, mais bens de consumo eu comprava, como roupas mais caras, um carro mais moderno e uma casa maior me trariam o status de que eu estava “bem de vida” e não percebia que essas coisas só me geravam mais e mais despesas, sendo que os ricos de verdade controlam muito bem o seu dinheiro e não saem por aí comprando no impulso, como eu costumava fazer.

Com o livro, aprendi também foi enxergar esses luxos como passivos, ou sejas, coisas que tiram dinheiro. Investir em ativos é que é o grande segredo. Esses ativos podem ser ações, imóveis, títulos, propriedade intelectual, entre outras coisas que geram renda para quem os detém. Robert ensina que o caminho para conseguir a tão sonhada independência financeira está em conseguir fazer esses ativos superarem os seus passivos, de modo que sempre sobre dinheiro.

O que eu mais gostei no livro é que ele não é um manual ou um guia prático que te dá o passo a passo de como ser financeiramente independente. O que ele faz é te conscientizar lá no fundo, te mostrando a raiz do problema para que você consiga assim assumir o controle do seu dinheiro e começar a fazê-lo trabalhar para você, e não o contrário, como geralmente é.

É nesse aspecto de fazer o dinheiro trabalhar para você que eu comecei a pensar no mundo dos negócios e dos investimentos. Já faz algum tempo que eu li esse livro que mudou a minha vida e, desde então, mudei todas as minhas práticas econômicas até conseguir sair da tal corrida de ratos. Foi difícil, mas se você tiver um foco, algo que te motive de verdade, você conseguirá.

O meu foco foi justamente deixar de ser funcionária para arriscar ter o meu próprio empreendimento e começar a investir, pouco a pouco, na bolsa de valores. Foi uma decisão radical, pois sempre tive estabilidade no meu emprego antigo, mas foi uma decisão muito bem pensada e planejada ao longo desse tempo.

Foi preciso muito estudo acerca dos dois temas para começar a tirar a ideia do papel, além de muito controle e uma reeducação financeira, que foram cruciais para que meu dinheiro começasse a sobrar para eu investir no meu sonho de ter o meu próprio negócio. Sempre gostei muito de cozinhar, sobretudo de fazer sobremesas e doces diferentes, e agora vou abrir a minha primeira brigaderia artesanal e não poderia estar me sentindo mais feliz e realizada.

É por esse motivo que escrevo este artigo e indico bastante esse livro, pois ele realmente mudou a minha vida de tal maneira que não consigo nem descrever. Então, se você não aguenta mais ver seu dinheiro indo pro ralo e não consegue sair dessa corrida de ratos, repense a sua vida financeira e comece a gastar o seu dinheiro corretamente, pois aí não será gasto, mas sim investimento porque ele sempre te trará algum retorno.

E se você já conseguiu se reestruturar financeiramente, mas ainda tem medo de abrir o seu próprio negócio, deixe isso de lado e coloque a mão na massa. Estude bastante, procure os melhores meios de tornar esse sonho possível e seja você mesmo o sujeito agente da sua vida.

Emagreça NOW!

praticando-o-poder-do-agora-ensinamentos-essenciais-meditacoes-e-exercicios-de-o-poder-do-agora-163232O poder do Agora é um livro muito interessante que mostra como as pessoas não conseguem focar simplesmente no agora. A ideia do agora é extremamente simples e por mais obvia que possa parecer ela é extremamente difícil de ser aplicada pela maioria das pessoas. Isso pode ser facilmente aplicado em qualquer setor da sua vida e hoje vou falar em como emagrecer pode ser um exemplo de como aplicar o poder do agora (now). Fique ligado e mesmo se você não quiser emagrecer ou perder peso ou ficar em forma, saiba que você pode aplicar este conceito em outras áreas da sua vida.

Para emagrecer e perder peso não existe formula mágica e infelizmente não existe poder nenhum que faça você emagrecer agora, neste exato momento. Mas você precisa mudar o seu pensamento e a forma como você raciocina aplicando o poder do agora para poder descobrir como emagrecer. Vamos entender primeiro o que é o pensamento do poder do agora.

O poder do agora consiste basicamente em pensar no momento atual que você esta vivendo. O que realmente acontece com qualquer um que esta desligado é que perdemos tempo pensando ou no passado ou no futuro. Os anseios principais na nossa mente são criados por essas expectativas do futuro e pelos arrependimentos do passado. Só que não podemos mudar o passado e nem nos preocupar com cada detalhe do futuro. Se você conseguir focar sua mente para uma coisa que você quer no futuro, não deve perder tempo se preocupando com as coisas que vao atrapalhar esse processo e com o medo de fracassar. Simplesmente foque no que você pode fazer agora para poder emagrecer e perder peso rápido! E como eu disse antes, não existe mistério, você precisa comer bem e fazer exercícios, já que não há ainda formula mágica. Quando você conseguir aplicar esse conceito vai conseguir ver que depois o habito virá e você estará perdendo peso naturalmente.